domingo, 15 de março de 2009

Baile de Máscaras

[Mentes em sofrimento.] À beira do precipício imparcial da verdade, ou sob a ponta desafiadora da espada da mentira, prossegue o baile de máscaras. Em noite insólita, a música embala os corpos ilesos, abafa a dor que corrói as almas, ilude, engana, disfarça a problemática interior, que anda gritando em seus corações, numa súplica de amor e terror; ao abandono das máscaras. Mentes em sofrimento. A luz do salão se enfraquece, seres precipitam-se em alta velocidade, às mais variadas direções, num clamor exasperado a realização e ao desejo, já tão desnorteados e ainda mascarados, que perdem-se na cadência de seus passos vazios. Mentes em sofrimento. Entre tantos encontros e desencontros, por ventura ou desventura, as máscaras escorregam lentamente, deveras despercebidas pela pouca claridade, e aturdidas cruelmente pelas músicas que tocam ao fundo. Os corpos dançam simulando certezas, com movimentos graciosos que tentam calar a impulsividade contida, movem-se pra lá e pra cá, mas ainda assim, tão mascarados que os pés parecem não pisar o chão. Mentes em sofrimento. De repente, em meio à olhares furtivos e sorrisos maliciosos; a música pára, os movimentos cessam, uma máscara partida, um corpo caído. Alguém sucumbiu ao baile de máscaras. Gradativamente, os presentes começaram a se dispersar, cada qual ainda munido de sua máscara, entretanto, sem que se dessem conta, todas elas estavam rachadas, e aparentavam não poder resistir por mais muito tempo. Mentes em sofrimento.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Cavaleiro de Ferro

I'm happy, I'm feeling glad
I got sunshine, in a bag
I'm useless, but not for long
The future is coming on
I'm happy, I'm feeling glad
I got sunshine, in a bag
I'm useless, but not for long
The future is coming on
It's coming on
It's coming on
It's coming on

Não imaginei que a palavra "desencana" fosse me trazer tantos problemas. Mas enfim, mesmo que por mal, eu terei que forçá-la a prevalecer. Doutrinar o coração à razão...sim, sei que não é fácil, mas quem disse que não gosto de desafios? Dos batimentos cardíacos às palavras pronunciadas. Dos gestos significativos aos relacionamentos terrenos. Eu vou controlar tudo com mãos de ferro, entretanto, existirá uma ressalva.

terça-feira, 10 de março de 2009

Erótico

Acho que vou encontrar outra saída
Tem tanta coisa pra usar ainda
Acho que vou morrer outro dia
Não é a minha hora de partir

Beijando os lábios de outras pessoas
Fumei muitos cigarros hoje
Não sou feliz quando ajo desse jeito
Algo aconteceu e eu não posso voltar
Você não pode depender de outra pessoa para te fazer feliz

Quando eu estiver no comando e te tratar como criança
Você vai enlouquecer?
Deixe minha boca ir onde ela quiser
Desista, faça o que eu disser
Desista e faça as coisas do meu jeito
Erótico, erótico, coloque suas mãos no meu corpo
Quero te por em um transe, por todos os lados

Não se faça de idiota comigo, eu sei que você conhece o jogo
Espero impacientemente, e sei que a noite é o lobo
Te mostrarei o porquê de ser tão erótico, erótico
Você vai enlouquecer, nós causaremos um corte
Eu vou morrer no dia seguinte à sua morte.