sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Migalhas

35/50... e este foi meu resultado no concurso da Cetesb SP.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Prelúdio

Eu sem você não tenho porquê
Porque sem você não sei nem chorar
Sou chama sem luz, jardim sem luar
Luar sem amor, amor sem se dar

Eu sem você sou só desamor
Um barco sem mar, um campo sem flor
Tristeza que vai, tristeza que vem
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém

Ah, que saudade
Que vontade de ver renascer nossa vida
Volta, querida
Os meus braços precisam dos teus
Teus braços precisam dos meus

Estou tão sozinho
Tenho os olhos cansados de olhar para o além
Vem ver a vida
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém


[É o que sinto.]

domingo, 13 de dezembro de 2009

American Dream

Vou lhes dizer uma coisa;estou abandonado na vala da amargura.É isso mesmo. Deus, se tendes piedade, eu a suplico. Um sonho. Eu otenho. Eu agirei por ele. Mas Deus, cadê você enquanto isso? Medeixar neste estado que estou, tão desgraçado e envergonhado demaispra mostrar meu rosto, não vai me ajudar. Vida Americana, sonho americano, eu quero ir e retornar de lá capaz de reatar com meu amor.Esse é meu apelo, dai-me tranquilidade, sabedoria e sorte pra alcançarmeu sonho.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Harmonicamente Social

Começo dizendo que o título é pura mentira, é mera alusão ao fato de que passei a encenar melhor. Um sorriso(vazio), quando na verdade se quer uma briga, um olhar insinuante, quando na verdade se quer brincar. O ponto e o contraponto, a farsa e a verdade vistas por um ângulo um tanto quanto obtuso e surpreendente. A propósito, acabo de me lembrar e acho válido interpôr ao texto; psicologia reversa nem sempre funciona. Sigamos com o sarcasmo, porque a ironia já não faz o meu feitio. Se a sua verdade consiste no orgasmo- ótimo, já podemos conversar, e ao menos seremos sinceros. A sociedade e o modo como se estrutura; a vida condenada aos pilares burgueses de família, trabalho e igreja me enojam, assim como as relações entre os indivíduos, incluindo os alternativos à cada questão específica. Claro, não serei leviano em generalizar, mas enfim... Por que não um pouco mais de excitação? E que fique claro, agora só o orgasmo me importa, e que vá pro inferno o "eu te amo".