sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Natal

É, hoje é Natal, mas se é feliz aí eu já não sei. Acabei de vê-lo online, meu impulso seria desbloqueá-lo no mesmo instante e escrever um sem graça; "feliz Natal", mas por quê eu faria isso, não é mesmo? Não posso, nem irei ficar me rastejando por alguém que está pouco ligando pra mim. E isso me incomoda muito, eu desejo tanto estar com ele, tê-lo em meus braços novamente, poder beijá-lo e sussurrar um "Eu te amo" em seu ouvido. Tento manter meus pensamentos elevados, focando em coisas positivas, mas só eu sei o quanto está sendo difícil sustentar mais essa farsa. No momento estou ouvindo "Don't Speak"(No Doubt), receio que seja a subliminar de que preciso... Não falar, permanecer no escuro em total silêncio, eis a alternativa que me resta frente à desilusão de palavras pueris, superficiais.
Só vou pedir uma coisa nesse Natal, e creio estar bem explícito o que é. rs

Ao alto e avante!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário